1 de agosto de 2011

Resident Evil 4 (em japonês: バイオハザード 4, Baiohazādo Fō?, Biohazard 4) é um jogo eletrônico de survival horror, tiro em primeira pessoa(você é o personagem) e ação-aventura desenvolvido e lançado pela Capcom. Resident Evil 4 é o sexto jogo da série de survival horror Resident Evil. Foi lançado em 11 de Janeiro de 2005, nos Estados Unidos, originalmente como um jogo exclusivo para o console GameCube. Uma versão para PlayStation 2 foi lançada no dia 25 de Outubro de 2005, com adições de jogabilidade. Versões para PC e Wii também foram lançadas, em março e maio de 2007,[1] respectivamente, com uma versão para celular também anunciada no mesmo ano. Resident Evil 4 revolucionou a franquia da Capcom, com jogabilidade mais focada na ação mas sem se esquecer da essência da série, teve grande influência em outros jogos de vários gêneros, sendo considerado por algumas publicações um dos melhores jogos de survival horror.[2]

História

O jogo começa mostrando um pequeno resumo sobre os acontecimentos de antigos jogos da série, e uma novidade: é anunciada a falência da Umbrella Corporation; devido as ações de Chris Redfield, Jill Valentine e Albert Wesker, fato relatado em Umbrella Chronicles. O protagonista de RE4 é Leon S. Kennedy, sobrevivente de Raccoon City, que agora trabalha como agente secreto para o governo americano. Leon deve investigar a suspeita de Ashley Graham, a filha do presidente, que foi seqüestrada, estar numa remota vila na Espanha. Leon é auxiliado por Ingrid Hunnigan, que lhe dá informações sobre o terreno. O principal antagonista é Osmund Saddler, líder do culto Los Illuminados e responsável por infectar os habitantes do vilarejo com a La Plaga, que planeja fazer o mesmo com o resto do planeta. Para isso, conta com a ajuda de Ramon Salazar, responsável por liberar as Plagas; Bitores Mendez, o prefeito do vilarejo; e Jack Krauser, um ex-companheiro de Leon nos anos de treinamento para o governo, supostamente morto dois anos antes. Ainda são incluídos Luís Sera, um misterioso cientista que trabalhava para Salazar, e se apresenta a Leon como um policial de uma cidade vizinha; Ada Wong, antiga paquera de Leon que, agora trabalha para Wesker, tem como objetivo obter uma amostra do parasita La Plaga; e Albert Wesker, ex-capitão dos S.T.A.R.S. que planeja a reconstrução da Umbrella Corporation. Em 2004, as atividades ilegais da Umbrella dentro de Raccoon City vieram a público. Após uma investigação conduzida pelo governo, vários diretores da empresa são presos. O governo suspende indefinitivamente os negócios da Umbrella, causando sua falência. Leon deve, também, descobrir o que aconteceu ao outro agente enviado anteriormente para resgatá-la. Chegando ao vilarejo rural chamado Pueblo, ele encontra moradores hostis e fervorosamente religiosos, que são capazes de dar suas vidas pelos Los Iluminados. Durante a busca, Leon descobre que os moradores são responsáveis pela morte do agente desaparecido. Leon encontra Ashley e, em seguida, Luís Sera, contratado para investigar o parasita encontrado nas minas de escavação. No decorrer do jogo, diversas anotações de Luís são encontradas, revelando como os parasitas agem e como é possível eliminá-los. Foram feitas escavações em minas e, em uma delas, havia uma substância gasosa que, inevitavelmente, os mineradores inalaram. Pesquisas sobre a substância revelaram que o local onde ela mais se concentrava era sobre ovos petrificados, isso aparentemente. Os animais resultantes destes ovos foram nomeados de La Plaga (A Praga).Os parasitas são capazes de controlar seus hospedeiros, mudando seu comportamento. À medida que as pragas crescem, elas desenvolvem nos hospedeiros transformações que os tornam verdadeiras monstruosidades. A La Plaga pode se desenvolver e dar ao hospedeiro uma forma mais bizarra do que a dos Ganados (os moradores do vilarejo). É o que aconteceu com os El Gigantes (Os Gigantes), homens resultantes de vários experimentos com as Plagas. Ao alcançarem a fase adulta, as La Plaga não necessitarão mais de hospedeiros; deste modo, as formas adultas depositaram ovos para a reprodução. Saddler havia explorado as propriedades dos parasitas, criando a seita Los Illuminados, enquanto os poderes delas lhe permitiram exercer total controle sobre as pessoas contaminadas. Através disso, Saddler formulou um plano: seqüestrar a filha do presidente, infectá-la com a Plaga, e deixá-la ser resgatada para que o ovo eclodisse já em solo americano. Leon também havia sido infectado pela Plagas, para se tornar guarda-costas de Saddler quando o ovo germinasse. Ao encontrar Ashley, Leon vê pela primeira vez Saddler. Ashley será mais tarde capturada novamente. Leon irá, então, procurá-la, com a ajuda de Ada Wong e de Luís Sera enfrentando criaturas muitas vezes enormes, geradas a partir das experiências de Saddler. Leon encontra o prefeito da vila, Bitores Mendez, e o enfrenta. Sempre à procura de Ashley, e perseguido pelos aldeões, Leon chega a um castelo medieval, o qual é habitado pelo sádico Salazar. Guiado pela sua "sorte", Leon encontra uma profunda mina, onde encontra dois El Gigantes. Neste local vê-se indícios de que foram ali feitas as escavações que libertaram as Plagas. Adiante, o agente irá enfrentar outro subordinado de Saddler: Jack Krauser, geneticamente modificado pelas Plagas. Leon encontra Ashley presa a uma antiga estrutura em um complexo de laboratórios numa Ilha Gigante onde, provavelmente, ocorreram as investigações sobre as Plagas. Após cruzar o complexo, Leon chega a uma base militar, agora sob o controle dos Illuminados. Onde pôde, finalmente, retirar a Plaga que havia no corpo de Ashley e no dele mesmo. Em seguida, elimina Saddler, com a ajuda de Ada. Com Ashley a salvo e Saddler morto, Leon conclui sua missão, levando a jovem de volta aos EUA.

Jogabilidade


A mecânica de jogo de Resident Evil 4 foi completamente reformulada para incorporar a utilização de armas em ritmo acelerado, controles rápidos e tiroteios envolvendo multidões de inimigos. Isto, combinado com um número considerável de itens de cura e munição, resulta em uma experiência totalmente diferente dos outros jogos da série Resident Evil. Os títulos anteriores focavam mais na exploração e conservação de munição; com a nova jogabilidade, os jogadores vão concluir o jogo com mais de 700 inimigos mortos facilmente.
Os principais inimigos são os humanos parasiticamente controlados, chamados de Ganados (em espanhol, "o gado" ou "o povo"). Notavelmente mais inteligentes e rápidos que os zumbis dos jogos anteriores, os Ganados podem se esquivar, manejar armas, agir coletivamente e se comunicar uns com os outros. Antes simples fazendeiros, estes Ganados são um produto da infestação das Las Plagas, que são poderosos parasitas controladores mentais.
RE4 também traz mudanças no inventário, câmera e controle. Normalmente, a câmera permanece atrás do personagem, que, por sua vez, permanece à direita do personagem. A câmera dá um zoom para uma visão acima do ombro direito quando alguma arma é empunhada, por falar nelas, as armas possuem suporte de miras a laser e em alguns casos, lunetas, diferente dos jogos anteriores. Esta característica foi removida da versão destinada ao console Wii, em favor da retícula de mira controlada pelo Wii Remote.
A inclusão da mira a laser dá aos jogadores uma quantidade imprecedente de controle em seus ataques. Os jogos anteriores da série RE somente permitiam mirar para cima, para baixo, ou num ângulo "médio"; RE4 expande isto consideravelmente, e os inimigos respondem diferentemente dependendo das áreas atingidas. Por exemplo, um tiro no pé pode deixar o inimigo cambaleando por alguns segundos, enquanto que um tiro no braço pode fazer o inimigo soltar o que estiver segurando.
Em diversos casos, os tiros deixam os oponentes vulneráveis a ataques corpo-a-corpo, os quais frequentemente levam outros inimigos ao redor para o chão. Isto permite aos jogadores acostumados utilizar sua munição de forma mais eficiente, uma característica impossível nos jogos anteriores. Adicionalmente, a munição é mais abundante do que nos outros jogos, primariamente porque os inimigos deixam cair munições após serem mortos. As armas também podem ser compradas e continuamente melhoradas pelo Merchant, usando a moeda do jogo, a peseta. Este novo personagem também vende remédios e compra jóias encontradas no decorrer da aventura, além das armas que você não quiser mais.
O gerenciamento de itens também passou por uma mudança significativa. Enquanto os lançamentos anteriores restringiam o personagem a portar um número limitadíssimo de itens, RE4 baseia o número de itens que o jogador pode carregar em um sistema de grade, no qual cada item ocupa o espaço de alguns quadrados na grade. A capacidade pode ser expandida ao comprar uma mala (sim, uma mala) maior. Em adição, chaves agora são mantidas separadamente das armas e suprimentos, permitindo ao jogador adquirí-las sem perder itens já conseguidos. Os clássicos baús foram extintos em RE4. As ervas de cura permanecem, e uma novidade é a amarela. As ervas vermelha e amarela não funcionam se não combinadas com a verde. Estas podem ser combinadas de duas em duas ou utilizadas todas juntas.
Outro novo aspecto de RE4 é a inclusão de controles sensitivos ao contexto. Baseado na situação, o jogador pode interagir com aspectos do ambiente: jogar uma escada para baixo (impedindo que os inimigos subam), pular por uma janela, ou se esquivar de um ataque. Como mencionado anteriormente, o jogador pode fazer um ataque corpo-a-corpo contra inimigos enquanto eles estão atordoados ou ajoelhados.
Também há vídeos dinâmicos, no qual o jogador deve apertar os botões indicados na tela para executar ações, como desviar de uma pedra rolante ou lutar contra um inimigo para permanecer vivo. Estes são freqüentemente incorporados às diversas batalhas contra chefes do jogo, onde o jogador deve evitar ataques (ou situações) que o matariam de uma só vez. A versão para Wii expandiu ligeiramente este conceito ao incluir a agitação rápida do Wii Remote como possível ação sensível ao contexto. O jogo também possui um botão exclusivo para a faca, no qual o jogador pode utilizá-la junto às armas de fogo.
O jogo apresenta um ar mais cinematográfico com o uso de letterbox. Tempos de carregamento são muito curtos, diferentemente dos antigos REs, onde se mover entre áreas exigiam uma tela de carregamento relativamente longa. Em RE4, o jogo carrega apenas áreas com portas de escritura "colsed" em verde. Uma área pode consistir desde grandes construções até uma enorme instalação militar. As portas podem ser abertas silenciosamente, ao apertar o botão de ação apenas uma vez, ou bruscamente, ao apertar tres vezes outros botões. Geralmente, abrí-las bruscamente atordoa os inimigos que estejam, do outro lado e próximos à porta. O jogo também se encontra dividido em fases, como método de marcar pontos utilizado pela Capcom, servindo também como um Save Point extra.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!